ENSINO
MÉDIO

Trata-se do último período da Educação Básica. Há mais de uma década, o Congresso Nacional promulgou a LDB que estabeleceu o Ensino Médio como a etapa escolar voltada para o aprimoramento da autonomia intelectual e a consolidação do pensamento crítico e da formação ética do aluno.

Neste momento que precede o prosseguimento dos estudos em nível superior, o Ânima-Instituto de Educação trabalha para que os jovens, mais que reter informações e conteúdos, estejam aptos a utilizar seu conhecimento de forma a estabelecer relações com versatilidade, criatividade, lógica, autonomia, sensibilidade e racionalidade.

Nesta etapa, como já estão intelectualmente mais habilitados e dotados, portanto, de maior capacidade de abstração, o que se busca é que dominem as diversas linguagens, compreendam fenômenos, tenham competência para enfrentar situações-problema, elaborando argumentações e propostas que visem à solução das mesmas.

A Proposta Pedagógica desta Instituição pretende que seus alunos consigam transformar dados e informações em solução para as questões e que se tornem seres bem resolvidos nos planos individual, social e familiar.

Para atingir suas metas, o Ânima-Instituto de Educação estabelece um trabalho que envolve: 

  • Programas do ENEM e de Vestibulares das universidades de ponta do país.
  • Simulados contínuos.
  • Seminários.
  • Aulas extras. 
  • Maratona para o ENEM e para os Vestibulares, a partir de setembro.
  • Atividades interdisciplinares.
  • Aulões temáticos com a participação de professores de áreas diversas.
  • Professores com formação acadêmica adequada e muita experiência com o Ensino Médio e Exames Vestibulares.
  • Fórum de estudos e análise das tendências dos Exames Vestibulares das melhores Universidades e do ENEM.
  • Terceiro Ano com revisão e aprofundamento de todo o conteúdo do Ensino Médio.
  • Utilização de material didático da Editora Moderna/Sistema Farias Brito, cujas escolas se mantêm há vários anos entre as mais bem classificadas no ENEM nacional, no ITA e entre os vestibulares mais concorridos do Brasil.
  • Reuniões com os alunos e suas famílias para análise do desempenho da turma, com o objetivo de traçar metas, resolver problemas e propor encaminhamentos.

O corpo docente, além da formação acadêmica participa de reuniões e de cursos de atualização, instrumentalizando-se, assim, para este trabalho complexo em seu processo de desenvolvimento, mas gratificante nos resultados alcançados. 

clique e baixe